Últimas

    Manancial é campeão, e recoloca o futebol de Major Sales de novo no topo




    O Manancial conquistou o título da Copa Primo Fernandes 2017, depois de vencer o 08 de Maio de Jericó pelo placar de 2 x 0, com gols de Matheus e Tonho, nessa tarde de sábado, 05, no estádio O Piozão em Major Sales.

    Casa cheia. o torcedor de toda a região, do Alto Oeste Potiguar, e Sertão Paraibano para ver esse jogo.

    Mas antes tivemos o jogo da disputa pelo terceiro lugar, que começou as 14:30 h, entre Cruzeiro de Sousa x Uiraúna.

    O time de Sousa venceu pelo placar de 3 x 1, com dois gols de Jairo e um de Patrício, Ageu marcou para o Uiraúna que acabou em quarto lugar.

    Nesse jogo, o técnico Téa só contou com 10 jogadores, só depois chegou mais um e o time ficou com o número exato de jogadores, e os titulares eram poucos, só tinha Godolias e João Paulo.

    O treinador do Uiraúna lamentou as ausência de muitos outros dos seus jogadores, e disse que veio mesmo assim para não ter WO, mas quase não consegue formar o time.

    Após o jogo preliminar, as duas equipes entraram perfiladas em campo, cantaram o Hino Nacional brasileiro, e o Hino da cidade de Major Sales.

    Nas tribunas de honra do estádio, presenças de muitas lideranças e amantes do esporte, como o prefeito Dr Thales, o líder Dr Pio, a sua filha Mariana Fernandes, prefeita de Luís Gomes, presença ainda do prefeito da cidade de Jericó, Claudio, e o prefeito Jessé da cidade de Riacho de Santana, entre outros.

    O Manancial entrou em campo com duas grandes ausências, o meia Baiá, e o atacante Zé Maria, já o 08 de Maio estava completo, mas ainda no primeiro tempo perdeu o lateral esquerdo Lucas Mendes.

    A primeira boa oportunidade do jogo, aliás, uma ótima oportunidade foi criada aos 14, depois da falha da defesa, Tonho fica sozinho, mas se enrola com a bola e o goleiro Carlinho leva a melhor e fica com ela.

    O time paraibano responde somente aos 20, Jackson faz boa jogada pela direita, o goleiro Flávio corta parcialmente. Lucas pega o rebote, mas chuta pra fora, passando muito longe da meta.

    Um minuto depois foi a vez de Hudson bate direto, Flávio defende, e Gavião afasta o perigo.

    Aos 22, Adinho lança Tonho, mas o atacante bate mal e a bola vai para fora, não era uma boa tarde para o artilheiro da competição, ele não estava num dia inspirado.

    Cindo minutos depois, Adinho mais uma vez faz boa jogada individual, chuta forte, e a bola vai longe do gol de Carlinhos que só observa ela passar.

    Aos 29, Abimael, um dos craques dessa competição, faz jogada individual, mas na hora do chute, desafina e manda longe do gol.

    Aos 34, mesmo sem está numa tarde boa, Tonho recebe passe na direita, manda forte, o goleiro Carlinhos defende, e no rebote Matheus que entrou no lugar de Zé Maria, marca de cabeça, 1 x 0, Manancial, explode de alegria o torcedor no Piozão.

    A equipe do Manancial abriu o placar e continuo no ataque, e aos 36, Adinho lança na área, Kairo raspa de cabeça, mas o lance já estava parado pela arbitragem.

    Com a vitória parcial da equipe da casa, o primeiro tempo termina de 1 x 0.

    Na segunda etapa, o jogo começa bem tranquilo, só aos 16, Léo cabeceia firme, Flávio salva o Manancial, pois o 08 de Maio quase empata.

    A equipe paraibana começa a gostar do jogo, e corre em busca do empate. Aos 20, Abimael faz boa jogada, chuta forte, e o goleiro Flávio trabalha mais uma vez.

    Aos 21, foi a vez de Luquinha tenta, e Flávio pega mais uma vez.

    Numa cobrança de falta, Abimael bate forte, mas a bola passa longe.

    O time paraibano, até criou, chegou com certo perigo, mas o Manancial além de ter bons jogadores na sua linha de frente, também tem bons jogadores de defesa, e o goleiro Flávio, não é diferente, ele foi o grande personagem no jogo da semifinal contra o Uiraúna, defendendo três penalidades, e nessa tarde, pegou tudo que mandaram pra ele.

    Aos 25, Adinho belo lançamento pela esquerda e a bola chega até Tonho, que se livra da marcação de dois zagueiros, invade a área e toca na saída do goleiro, fazendo o segundo do Manancial, 2 x 0, seu décimo no campeonato, para coroar a sua participação na competição.

    Depois do segundo gol, o jogo ficou muito mais tranquilo para a equipe da casa, que passa a tocar bola, cadenciando o jogo e deixando o tempo passar.

    Mas a equipe da Paraíba não desiste,e  vai para cima no pouco tempo que resta de jogo, e aos 35, lançamento na área, Léo de cabeça manda a bola no travessão, quase o gol de honra.

    Mas não deu tempo para mais nada, o árbitro pede a bola, e encerra o jogo, final, Manancial campeão 2, 08 de Maio vice, 0.

    Após o jogo houve a entrega de premiação, onde os destaques da competição, foram agraciados com suas respectivas premiações.

    Erinaldo do Cruzeiro levou premiação de goleiro menos vazado, R$ 500,00 (quinetos reais).

    Tonho artilheiro com 10 gols, R$ 500,00 (quinetos reais).

    Premiação para o Cruzeiro, terceiro colocado R$ 2.000 (dois mil reais).


    08 de Maio, vice campeão, R$ 5.000,00 (cinco mil reais)

    Manancial, CAMPEÃO, R$ 10.000.00 (dez mil reais).

    Manancial:

    Flávio, Alexandre (Heronildo), Dorinho, Gavião, Deyvity, Antônio Vitor, Kininin (Bruno), Matheus (Salinho), Adinho, Kairo e Tonho.

    08 de Maio:

    Carlinhos, Otávio, Léo, Marcelo (Noca), Lucas Mendes (Flávio), Jaquinha (Miguel), Jakson (Glauber), Jackson, Hudson (Vinícius), Abimael e Luquinha.

    Trio: Ancelmo, Batista e Luiciano Libânio.


    Fotos:


      









    Mais »

    Mais uma final entre RN x PB

    Como todos sabem, no futebol sempre há grandes surpresas, e nessa edição da Copa Primo Fernandes não é diferente, a final entre Manancial e 08 de Maio, mesmo quando estavam na semifinal, era a menos citada pelo torcedor e analistas de plantão, na verdade a mais cotada era Uiraúna x Cruzeiro, que na verdade ainda vai acontecer, só que decidindo o terceiro lugar.

    Em segundo lugar seria Manancial x Cruzeiro, mas o time de Jericó foi contra as maiores probabilidades e inverteu tudo.

    Mas, mesmo pouco, na semifinal alguns chegaram a cogitar essa final de sábado, e no começo do campeonato, quem apostava numa final tão improvável? Acreditamos que ninguém, mas aí está, a final inédita, mais uma para história da competição.

    Teremos um campeão inédito, isso é fato, mesmo se o Manancial erguer a taça, pois a equipe participa pela primeira vez, mas nesse caso já seria o sétimo título de Major Sales, cidade que a equipe a representa.

    Se o campeão for o 08 de Maio, aí além da equipe, também será inédito o título para a cidade de Jericó.

    O duelo entre os dois estados na grande final aconteceu quatro vezes de 2009 para 2016, sendo três do RN e um da PB.

    Sendo eles:

    2009 - Palmeiras (Major Sales) x Uiraúna PB - Uiraúna campeão
    2013 - Palmeiras (Major Sales) x Amigos (Poço Dantas PB) - Palmeiras campeão
    2014 - Palmeiras (Major Sales) x Juventus (Santa Cruz PB) - Palmeiras campeão
    2015 - Palmeiras (Major Sales x Brejo dos Santos PB - Palmeiras campeão

    Nos outros foram três finais potiguares, com títulos do Palmeiras em 2010 contra o São Rafael de Pau dos Ferros, Abacaxi sobre o Real Madrid em 2011 e Palmeiras sobre o Real Madrid em 2012.

    A única final 100% paraibana da história da competição, aconteceu em 2016, entre Uiraúna x Cruzeiro,  com a primeira sendo no caso bi campeã.

    Trajetória das duas equipes

    Manancial

    O time da casa vem do grupo B, onde se classificou na primeira colocação com 9 pontos, com 3 vitória e uma derrota marcando, 14 gols, e sofrendo 8.

    Nas oitavas teve um jogo fácil, venceu o Popular pelo placar de 4 x 1.

    Já nas quartas enfrentou os Amigos, num jogo muito complicado venceu pela contagem mínima (1 x 0).

    A semifinal foi mais complicado ainda, num jogo histórico empatou em 2 x 2 com Uiraúna, e venceu nas penalidades pelo placar de 4 x 3, numa disputa de muita emoção.

    A equipe de Major Sales chega na final com o melhor ataque, com 21 gols marcados, uma média de 3 gols por partida, e tem ainda o artilheiro, Tonho com 9 gols.

    08 de Maio

    A equipe de Jericó, fazia parte do grupo D, se classificou em segundo lugar, com 7 pontos, com 2 vitórias, 1 empate e uma derrota, marcou 5 gols, e sofreu apenas 2.

    Nas oitava passou pela Portuguesa vencendo pelo placar de 3 x 0,.

    Nas quartas eliminou o São Bernardo nos pênaltis, depois de empatar em 1 x 1 no tempo normal.

    A equipe paraibana teve que novamente ir para o tiro livre direto na semifinal depois de empatar em 2 x 2 com o Cruzeiro.

    No geral, o 08 de Maio marcou 11 gols, 10 a menos que seu oponente, porém, é dono da segunda melhor defesa até aqui, sofrendo apenas 5 gols, e pode ainda conquistar esse prêmio, uma vez que a equipe menos vazada tem 4 gols, e ainda irá jogar, no caso o Cruzeiro.

    Chega a final duas equipes que merecem?

    A resposta para essa pergunta é SIM. A final de contas para chegar até aqui, essas equipes tiveram que superar muitos obstáculos, passar por grandes equipes.

    A competição é feita onde os melhores classificados, vão enfrentando os últimos, e assim vai se afunilando.

    O 08 de Maio para chegar até aqui, além de se classificar em segundo na sua chave, teve que superar nas quartas o São Bernardo, dono da melhor campanha da primeira fase, e eliminou o Cruzeiro, atual vice campeão, e era super cotado favorito a chegar em mais uma final.

    Já o Manancial, esse dispensa comentários, além de ser uma boa equipe, que joga com o apoio total da sua torcida em casa, e superou o Uiraúna, um time onde a maioria dos jogadores são profissionais.

    Mais uma vez, a final é mais que justificável, as duas equipes fizeram por onde,e agora decidem a décima quinta edição da maior e melhor competição do interior do estado.

    As 14:00 h, a disputa pelo terceiro lugar entre Uiraúna x Cruzeiro.

    Em seguida, a grande final, valendo o título, Manancial x 08 de Maio.


    Mais »

    Manancial vence o jogo do ano e faz futebol de Major Sales subir ao pódio novamente




    O Manancial conquistou a vaga para final da décima quinta edição da Copa Primo Fernandes depois de empatar em 2 x 2 no tempo normal, com gols de Tonho e Adinho, e para a equipe do Uiraúna marcaram Manu e Godolias, e vencer nas penalidades pelo placar de 4 x 3, com grande atuação do goleiro Flávio.

    Estádio lotado, apara o jogo entre as duas maiores potencias do futebol regional, Major Sales e Uiraúna, a casa representada pelo Manancial, e os visitantes pelo Uiraúna Esporte Clube.

    O jogo é pegado, com bastante correria, as duas equipes partiam pra cima, nada de ficar esperando adversário.

    Aos 10, Esquerdinha tabela com Manu, toca para Juninho Paraíba, mas ele chuta mal de esquerda e a bola vai para fora.

    O time de Major Sales com mais posse de bola, mas não consegue chegar com perigo a meta do goleiro André.

    Já o Uiraúna aos 13, é mais objetivo, rouba a bola, Esquerdinha faz bela jogada individual, toca para Manu, que balança o corpo, deixa o zagueiro no chão, e chuta forte para fazer, 1 x 0 para Uiraúna.

    O time de Major Sales vai ao ataque, e aos 15, Kairo na entrada da área bate forte, e a bola vai na trave, quase o gol de empate, para o desespero do torcedor nas arquibancadas, a bola não entrou.


    A equipe da casa não se abalou com o gol sofrido, com o apoio da torcida, o time partiu pra cima, aos 16, Adinho lança na área, Tonho cabeceia e o goleiro André faz mais uma boa defesa.

    O time de Uiraúna com muita qualidade vai ao ataque, aos 17, Arthur recebe de Josivan, gira e chuta forte, mas a bola vai por cima.

    Dois minutos depois, a equipe do Manancial cria grande oportunidade, Adinho lança Zé Maria na área, ele fica na cara do gol, limpa o goleiro André, mas não consegue concluir a jogada e a bola vai para fora, desperdiçando grande oportunidade.

    O jogo era intenso, com ataques de um lado e do outro, aos 20, Juninho Paraíba cobra falta, e Flávio pega firme.

    Arthur quase marca aos 22, depois do chute de João Paulo, o camisa 9 paraibano pega o rebote de cabeça e a bola vai por cima.

    Juninho tentou aos 24, passando por dois adversário, mas o chute não saiu como ele queria e a bola foi para fora.

    Adinho, em tarde inspirada tenta de longe aos 26, e o goleiro André defende.

    Aos 27 minutos, Kairo recebe de Deyvity, lança na área, Tonho chega batendo e encobre o goleiro André, fazendo o gol de empate, 1 x 1, festa no Piozão.

    A equipe do Manancial fica mais forte que nunca, os jogadores motivados correm em busca da virada, aos 30, Tonho recebe a bola no contra-ataque, avança, e chuta de fora da área, mas a bola vai para fora, ele poderia ter tocado para Deyvity que corria ao seu lado pela esquerda, mas preferiu chutar.

    no último minuto de bola rolando no primeiro tempo, acontece um lance incrível, Esquerdinha pela meia esquerda bate forte da entrada da área, e o goleiro Flávio "opera seu primeiro milagre" da tarde, fazendo uma defesa espetacular, a torcida do Uiraúna, ficou com o grito de gol entalado na garganta.

    Com placar empatado em 1 x 1, termina o primeiro tempo.

    O segundo tempo já começa com emoção, no primeiro lance, Zé Maria faz jogada pela esquerda e cruza na medida para Adinho na área de cabeça fazer, 2 x 1 para o Manancial.

    Virada no Piozão, e o jogo pegava fogo, aliás, a partida era pura adrenalina o tempo todo.

    Depois do gol da virada, a equipe de Uiraúna passou a pressionar fortemente o adversário. Aos 08, Esquerdinha recebe na entrada da área e chuta forte, mas a bola vai por cima.

    O time do Manancial chegou novamente aos 9, quando Kairo chega batendo forte, o goleiro André defende, a bola sobra para Zé Maria, o atacante ainda tenta de cabeça, mas a defesa corta.

    Aos 13, Esquerdinha bate falta, a bola resvala na barreira e o goleiro Fávio pega.

    O time paraibano era só pressão, em desvantagem no marcador, partia com tudo em busca do empate.

    Aos 17, Buiú lança rasteiro na área, Arthur chega e bate forte, a bola vai na trave quase acontece o empate.

    A equipe do Uiraúna jogava no ataque, já o Manancial, não conseguia jogar, vencendo a partida, o time não cadenciava o jogo, de forma errada, quando pegava a bola partia para cima, de forma desorganizada perdendo muitas bolas, e sofrendo com os contra-ataques do adversário.

    E não deu outra, como só o Uiraúna tinha a bola, a equipe paraibana chegou ao objetivo aos 21, depois do cruzamento de Esquerdinha e bate rebate na área, Godolias pega a sobra e empata o jogo, 2 x 2.

    Dessa vez, a festa era da torcida de Uiraúna.

    O jogo ficou aberto, as duas equipes continuavam atacando, o terceiro gol para qualquer uma das equipes aquela altura, poderia significar a classificação para a grande final.

    Aos 29, após cruzamento de falta, a bola sobra para Deyvity que chuta forte, o goleiro André faz boa defesa e salva a equipe paraibana de tomar o terceiro.

    Esquerdinha responde para o Uiraúna aos 30, ele manda com força, mas a bola passa longe da meta defendida pelo goleiro Flávio.

    Zé Maria também tentou aos 34, mas a bola passou longe.

    Com os jogadores já desgastados depois da correria intensa durante todo o jogo, os mesmos dão uma cadenciada, tirando um pouco o pé do acelerador e o tempo vai passando, sem mais nenhum lance de perigo, após 3 minutos de acréscimo, o jogo acaba empatado em 2 x 2.

    Pênaltis

    Se o jogo já foi emocionante no tempo normal, imagine nas penalidades, que por si só já é uma disputa de muita emoção, mas essa em especial, foi demais.

    A primeira cobrança para o Manancial, Zé Maria cobra, a bola o goleiro vai para um cato, e a bola vai para o outro, mas acerta a trave. 0 x 0.

    Juninho Paraíba cobra e faz, Uiraúna 1 x 0.

    Adinho cobra e faz, 1 x 1.

    Esquerdinha cobra, e Flávio defende, 1 x 1.

    Tonho, bate bem na bola e deixa Manancial na frente, 2 x 1.

    Manu bate para o Uiraúna e empata novamente 2 x 2.

    Deyvity bate muito mal, e a bola vai para fora, continua 2 x 2.

    Arthur tem a chance de deixar o Uiraúna na frente, Mas Flávio defende mais um, 2 x 2.

    Kairo cobra, e faz, Manancial 3 x 2.

    João Paulo também deixa o seu, 3 x 3.

    As duas equipes já haviam cobrado as 5 penalidades cada, era hora dos alternados.

    Bruno cobra, e a bola vai por cima, 3 x 3.

    Josivan, era só fazer e conseguir a classificação, mas o atleta do Uiraúna imitou Bruno e chutou por cima, 3 x 3.

    Dorinho bateu e marcou o quarto do Manancial, 4 x 3.

    Godolias, autor do gol que deu o título da equipe em 2009, e também marcou o gol de empate nesse jogo foi para cobrança, e brilho o goleiro Flávio mais uma vez, defendendo e dando a classificação ao time da casa.

    Final, Manancial classificado para a final 4, Uiraúna eliminado 3.

    O time do Manancial vai fazer a grande final no sábado as 16:00 h, contra a equipe do 08 de Maio de Jericó.

    Já o Uiraúna, também no sábado, as 14:00 h, decidindo o terceiro lugar contra o Cruzeiro.

    Manancial:


    Flávio, Alexandre (Bruno), Dorinho, Gavião, Deyvity, Antonio Vitor (Keninim), Baiá, Adinho, Kairo, Tonho e Zé Maria. Tec. Cléber.

    Uiraúna:

    André, Buiú, Bitinha, Godolias, Josivan, João Paulo, Sandrinho, Juninho Paraíba, Esquerdinha, Manu e Arthur. Tec. Téa.

    Trio: Mignum, Lázaro e Praxedes
    Mais »

    08 de Maio elimina o Cruzeiro e chega pela primeira vez a final




    Deu 08 de Maio de Jericó na semifinal dessa tarde de domingo em Major Sales, depois do empate em 2 x 2 no tempo normal, com gols de Abimael e Léo para a equipe vitoriosa, e Maycon Apodi e Paulinho Aparecida para o time sousense, nas penalidades 8 x 7.

    Foi sem dúvida um dos melhores jogo da competição, todo mundo esperava 08 de Maio recuado, e um Cruzeiro em cima, mas foi exatamente o contrário logo no começo do jogo.

    Logo aos 3 minutos de bola rolando, Kássio cobra falta, e o goleiro Erinaldo defende mandando para escanteio.

    Na cobrança de escanteio, há uma dividida e a bola é afastada por Vitor de cima da linha, quase o primeiro do 08 de Maio.

    O time de Jericó permanecia no ataque, e aos 07, Kássio recebe livre de marcação e bate forte, mas a bola passa longe.

    A equipe do 08 de Maio mandava no jogo, o Cruzeiro estava irreconhecível na partida, aos 17, mais um ataque do time de jericó, a bola sobra para Jakson, que bate forte, mas passou muito longe da meta de Erinaldo.

    Um minuto depois, foi a vez de Abimael, recebeu na esquerda, chutou forte cruzado, e o goleiro Erinaldo defende.

    O time sousense finalmente foi ao ataque, e aos 23, Paulinho Aparecida cobra falta, mas a bola passa por cima do gol, sem nenhum perigo.

    As duas equipes passam a cadenciar mais o jogo, e diminuem a correria.

    Aos 31, mais um vez o Cruzeiro chega, dessa feita com Pitu que chuta de longe, mas a bola fica nas mãos do goleiro Carlinhos.

    Já eram passados 35 minutos, quando a defesa do Cruzeiro falha, Abimael se aproveita, avança na área e bate forte, o goleiro Erinaldo ainda toca nela, mas não é suficiente para evitar o gol, 1 x 0 para o Jericó.


    O time do Cruzeiro tentou mais uma vez através de Paulinho Aparecida cobrando falta, mas a bola passa sobre o gol de Carlinhos.

    Terminando assim o primeiro tempo, com a vitória parcial do 08 de Maio, 1 x 0.

    Na segunda etapa, o jogo fica mais truncado, onde o primeiro lance de ataque mais agudo só acontece aos 16 minutos de bola rolando, quando Maycon Apodi chuta de primeira, mas a a bola vai para fora.

    Aos 17, o time de Jericó vai ao ataque, Lucas Mendes cruza rasteiro, Abel chega batendo e a bola vai para fora, perdendo excelente chance de ampliar o marcador.

    O time do Cruzeiro em desvantagem no marcador vai com tudo pra cima do adversário, e consegue alcançar o objetivo aos 19, Maycon Apodi pega de primeira pela esquerda e acerta um belo chute, fazendo um golaço, empatando o jogo em 1 x 1.

    O time sousense se anima, e embalado corre em busca da virada.

    O 08 de Maio a princípio parece ter sentido o gol, pois a equipe na primeira etapa mandava no jogo, e teve grandes chances de fazer um placar mais favorável.

    Mas não demorou muito, e o time de Jericó deu a resposta a altura, aos 25, Abimael lança na medida, e Léo de cabeça desempata o jogo, 2 x 1.

    O jogo partia para o seu final, e ficava cada vez mais movimentado, as equipes faziam alterações, pois o desgaste físico era grande.

    Aos 32, lançamento na área, Patrício que entrou no lugar de Jayro cabeceia, mas o goleiro Carlinhos defende.

    O time do Jericó se aproximava da final, pois fazia uma partida muito boa, até que aos 33, Vitor avança na área, e os jogadores do 08 de Maio fazem falta boba, e a arbitragem assinala pênalti.

    Paulinho Aparecida cobra, e empata o jogo, 2 x 2.

    Muito desgaste dos jogadores, e em um momento do jogo ficam caídos 4 jogadores, dois de cada equipe.

    O árbitro Renato Bezerra apita, fim de jogo, 2 x 2, e a decisão vai para as penalidades.

    Pênaltis

    O time de jericó é quem começa batendo, Jackson cobra e faz, 1 x 0.

    Paulinho deixa tudo igual, 1 x 1.

    Otávio marca o segundo para o 08 de Maio, 2 x 1.

    O goleiro Erinaldo cobra e empata novamente, 2 x 2.

    Abimael também marca o seu, 08 de Maio 3 x 2 Cruzeiro.

    Matheus marca para o Cruzeiro, 3 x 3.

    Luqinha marca o quarto da equipe de Jericó, 4 x 3.

    Patrício empata para a equipe sousense, 4 x 4.

    Abel cobra o quinto do 08 de Maio, e converte, 5 x 4.

    Maycon Apodi, cobra o último para equipe de Sousa, e deixa novamente tudo igual, 5 x 5.

    A decisão então, vai para as alternados.

    Noca cobra e marca para o o 08 de Maio, 6 x 5.

    Vitor Magnata cobra e empata de novo, 6 x 6.

    Léo cobra para o para equipe de Jericó e marca 7 x 6.

    Gago deixa novamente tudo igual, 7 x 7.

    Lucas Mende cobra e marca o oitavo para a equipe, 8 x 7.

    Gerlândio cobra e o goleiro Carlinhos vai no cantinho e defende.

    Final, 08 de Maio 8 x 7 Cruzeiro.

    A equipe de Jericó chega pela primeira vez a final da competição, em sua segunda participação, e agora espera pelo vitorioso entre Manancial e Uiraúna que jogam nesse domingo.


    Jericó:


    Cruzeiro:






    Trio:




    Mais »

    Manancial x Uiraúna, rivalidade histórica

    Nesse domingo, 30, acontece um dos mais aguardados duelos da competição, apontado por muitos como uma final antecipada, assim pode-se falar do confronto entre Manancial x Uiraúna EC.

    O jogo vale a velha rivalidade entre o futebol de Uiraúna e Major Sales, que já se enfrentaram algumas vezes, e existe muito equilíbrio, mas o confronto em si, falaremos mais adiante.

    Inicialmente vamos falar sobre as campanhas.

    O Manancial vem do grupo B, onde ficou na primeira colocação com 9 pontos, e segundo lugar na classificação geral.

    Nas oitavas de finais, a equipe de Major Sales passou fácil pelo Popular depois de vencer pelo placar de 4 x 1, a mesma facilidade não foi encontrada nas quartas quando passou apertado pelos amigos com vitória de 1 x 0.

    Tem como artilheiro da equipe e também da competição, Tonho, com 8 gols.

    O time de Major Sales chega com 19 gols marcados e 9 sofridos, o que não é normal a quantidade de gols sofrida por uma equipe de Major Sales, aliás por falar nisso, em 2015, o Palmeiras chegou a incrível marca de não sofrer nenhum gol naquela edição.

    A equipe paraibana marcou menos, e também sofreu menos, balançou as redes dos adversários 15 vezes e sofreu 5 gols, e tem o mesmo saldo de gols do time potiguar, 10 gols.

    O artilheiro do Uiraúna é Manu, com 4 gols, metade dos gols do artilheiro do Manancial.

    São duas grandes equipes, o time de Major Sales tem a vantagem de jogar em casa, já o Uiraúna, tem um elenco recheado de profissionais, acostumados a pressão da torcida em qualquer local.

    Esse é o primeiro duelo entre essas duas equipes, no que se refere ao nome, no caso do Manancial, mas é praticamente a mesma equipe do Bom Jardim que disputou no ano passado, e uma sequência do Palmeiras que não existe mais.

    Mas o duelo entre Major Sales x Uiraúna, esse tem história, de rivalidade, e futebol de alto nível, são 8 títulos de Copa Primo Fernandes, 6 potiguares e 2 paraibanos.

    A história das duas equipes no mata-mata.

    Em 2009, o Uiraúna conquistou o seu primeiro título dessa competição, em cima exatamente do Palmeiras.

    No ano de 2010, as duas equipes se enfrentara nas quartas de final, naquela oportunidade empate em 2 x 2, Palmeiras levou a melhor nas penalidade.

    Em 2014, mais uma vez nas quartas de final, e o Palmeiras levou a melhor, vencendo por 2 x 0.

    Em 2016, o representante de Major Sales, foi a equipe do Bom Jardim, num jogo cheio de polêmicas, e de três gols, mas o time de Uiraúna levou a melhor vencendo por 2 x 1.

    Esse ano, os dois se enfrentam novamente na mesma fase do ano passado, será um duelo e tanto, no mata-mata, as duas cidades empatam em 2 x 2, só que o Uiraúna leva a vantagem de ter conquistado o título em cima do rival, na única vez que fizeram a final.

    Por falar nisso, muitos apontam como uma final antecipada, pelo menos foi isso que aconteceu até aqui, quem venceu esse duelo, acabou sendo campeão, foi assim em 2009, na final, em 2010 nas quartas, o Palmeiras acabou levando, a história se repetiu em 2014 e 2016, mas todos sabemos que futebol se ganha dentro de campo, e as 4 equipes que chegaram até aqui, terão que se esforçar bastante para conquistar o tão sonhado título.
    Mais »

    Cruzeiro x 08 de Maio, duelo inédito

    Depois de um final de semana sem bola rolar na CPF, devido ao concurso público na cidade de Major Sales, as emoções voltam nesse final de semana, com dois grandes jogos, onde será decidido as equipes que irão para a grande final.

    Sábado.

    No dia 29, um duelo paraibano, entre as equipes 08 de Maio de Jericó x Cruzeiro de Sousa.

    O time de Jericó vem do grupo D, onde a sede foi em Antonio Martins, e se classificou na segunda colocação, empatando com o Almino Afonso em todos os critérios e levando a melhor no número de cartões.

    Na segunda fase, a equipe paraibana não teve muitas dificuldades e venceu a Portuguesa de Riacho de Santana pelo placar de 3 x 0.

    Pelas quartas de final, o time de Abimael teve mais trabalho, jogando contra o dono da melhor campanha da primeira fase, e acabou levando a melhor nos pênaltis contra o São Bernardo, depois de empatar no tempo normal em 1 x 1.

    O 08 de Maio marcou 9 gols em 6 jogos, e sofreu apenas 3 gols, logo a defesa é um dos pontos fortes da equipe, e como artilheiro da equipe o bom jogador Abimael com 4 gols.

    O Cruzeiro, vem do grupo F, um dos mais complicados da primeira fase, que só passou duas equipes, o time sousense ficou na primeira colocação, com 9 pontos, marcando.

    Na segunda fase, o time de Sousa eliminou o TAMEC, que vinha do mesmo grupo, e de novo pelo placar de 1 x 0, já que havia vencido a primeira partida por esse exato placar.

    Nas quartas de final, o time paraibano deixou de ser econômico e venceu o Almino Afonso de goleada, 4 x 1, destaque para Jayro que marcou os quatro gols.

    O Cruzeiro marcou o mesmo número de gols do adversário, 9, e sofreu ainda menos que o Jericó, apenas dois, sendo assim dono da melhor defesa da competição.

    Portanto, um grande jogo, as duas melhores defesas se enfrentam nesse sábado, num jogo que tem tudo para ser equilibrado, e cheio de emoções.

    Muita gente acredita que vá dá a mesma final de 2016, com Cruzeiro x Uiraúna, vamos aguardar, e sábado e domingo, começaremos a ter respostas.


    Mais »

    Cruzeiro goleia e confirma presença em mais uma semifinal


    O Cruzeiro venceu o Almino Afonso nessa tarde de domingo, 16, em Major Sales pelo placar de 4 x 1, com os 4 gols marcados por Jairo, e Franklin descontando para o time potiguar, em jogo válido pelas quartas de final da Copa Primo Fernandes.

    A bola começou a rolar e o time do Cruzeiro já partiu pra cima do adversário, mostrando um bom futebol, a equipe paraibana criou a primeira grande oportunidade aos 05 minutos de bola rolando, depois da bobeira da zaga, Gago fica cara a cara com o goleiro Ricardo, mas demora definir a jogada e a zaga se recupera.

    Mas novas oportunidades surgiram, e logo aos 8, depois da boa jogada de Gago pela esquerda, a bola chega até Jairo que com leve toque na pequena área abre o placar, Cruzeiro 1 x 0.

    Um minuto depois, Misael responde para a equipe de Almino Afonso, chutando forte por cima do gol de Erinaldo.

    O time de Sousa com melhor preparo físico e jogadores mais jovens, ditava o  ritmo do jogo, levando sempre muito perigo.

    Aos 28, mais uma jogada pela esquerda, cruzamento da linha de fundo na área, e lá estava Jairo para marcar o segundo, Cruzeiro 2 x 0.

    O time paraibano sobrava em campo, já a equipe potiguar mostrava um bom futebol do meio pra frente, destacando-se Franklin, Zeca e Kelisson, mas falhava muito no sistema defensivo.

    Paulinho Aparecida aos 29, recebe bola na meia esquerda e chuta forte, mas ela vai para fora. O mesmo Paulinho tenta mais uma vez, cobrando falta, o goleiro Ricardo faz grande defesa e evita o terceiro.

    No final da primeira etapa, o time paraibano chegou várias vezes tentando aumentar o placar, mas parava nas defesas do bom goleiro Ricardo, que evitou o pior, e o primeiro tempo acabou com a vitória parcial da equipe sousense pelo placar de 2 x 0.

    Na segunda etapa, o Cruzeiro volta na mesma pegada, encurralando o adversário, o time que já estava melhor em campo, principalmente no quesito preparo físico, faz algumas mudanças no intervalo, reforçando ainda mais.

    E não demorou muito para a superioridade da equipe paraibana ser convertida em mais um gol. Aos 09, Jairo recebe de costas para marcação, faz o giro e bate forte, a bola desvia na zaga e entra, Cruzeiro 3 x 0.

    A situação para a equipe de Almino Afonso fica mais complicada ainda, mas seus jogadores vão pra cima, e chegam com muito perigo.

    Aos 14, Zeca recebe bola na direita, invade a área, bate cruzado, o goleiro Erinaldo desvia, e a bola bate lentamente na trave, perdendo grande oportunidade de diminuir.

    A equipe potiguar esteve muito perto do gol, aos 16, Paulo bateu, e o goleiro Erinaldo pegou mais uma.

    Dois minutos depois, num mesmo lance, a equipe do Almino Afonso perde grande chance, com Zeca e Kelisson, o goleiro Erinaldo fez verdadeiro milagre, e evitou o gol do Almino Afonso.

    De tanto insistir, de fora da área, aos 22, Franklin acerta um belo chute e diminui, Cruzeiro 3 x 1 Almino Afonso.

    O gol deu novo ânimo a equipe, que viveu bom momento na segunda etapa, e poderia até ter empatado, se tivesse aproveitado as oportunidades que surgiram, mas a bola pune, aos 24, pênalti para o Cruzeiro.

    Jairo que já havia marcado três vezes, foi o encarregado da cobrança, e ele não vacilou, bateu, e marcou seu quarto gol no jogo, e sexto na competição, Cruzeiro 4 x 1 Almino Afonso.

    Com o resultado, a equipe de Sousa passa de fase, e agora irá enfrentar o 08 de Maio, da cidade de Jericó, jogo marcado para o dia 29 de julho, já que no próximo final de semana não teremos jogos, devido ao concurso público que acontece em Major Sales.

    Almino Afonso:

    Ricardo, Nirita, Guará, Ricardo Veriano, Marcos, Paulo, Cosmo, Franklin, Misae (Avanilson), Kelisson, Zeca.

    Cruzeiro:

    Erinaldo, Pedro, Gerlânio, Victor Magnata, João Marcelo (Henrique), Walisson Gago, Paulinho Parecida, Jairo (Patrício), Mayquinho Apodi (Matheus).

    Trio:

    Joarley, Fabrício e Jeová.



    Mais »
    Traduzido por: Template para Blog